agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Anúncio de novo pedágio na SP-310 provoca reações

Políticos de Araraquara e São Carlos reagiram ao projeto de implantação de uma nova praça de pedágio entre os dois municípios
Postado em: 22/10/2021 às 17:20
Autor: Luís Antonio
Anúncio de novo pedágio na SP-310 provoca reações

Lideranças políticas de Araraquara e de São Carlos reagiram à proposta da RTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), apresentada nesta quinta-feira (21), em São Paulo, de implantação de mais um pedágio na Rodovia Washington Luís (SP-310). A nova praça seria instalada entre os municípios de Araraquara-SP e Ibaté-SP.

Segundo o diretor geral da agência, Milton Persoli, o local escolhido daria um equilíbrio para a concessão, que tem uma previsão de investimentos de R$ 3,5 bilhões.

Na próxima quarta-feira (27), às 10h, a ARTESP realizará em Araraquara, no auditório do SEST/SENAT, a apresentação do projeto de concessão para a prestação dos serviços públicos de operação, manutenção e realização dos investimentos necessários para a exploração do sistema rodoviário do Lote denominado Noroeste Paulista.
 

Reação

O anúncio da intenção de mais uma praça de pedágio na região de Araraquara provocou reações entre políticos. O presidente da Câmara de São Carlos, vereador Roselei Françoso (MDB) afirmou que pretende mobilizar vereadores, lideranças políticas e a sociedade são-carlense contra a proposta. “Já conversei com Netto Donato, um interlocutor do governo do Estado em São Carlos, solicitando uma audiência com o vice governador Rodrigo Garcia e o secretário estadual de Planejamento Regional Marco Vinholi. Já preparei uma moção de apelo contra a instalação deste pedágio no KM 255 da rodovia WL”, declarou o parlamentar. Ele disse também que estará na audiência pública, na próxima quarta-feira, para se manifestar contrariamente ao projeto.

Para deputada estadual Márcia Lia (PT), o anúncio sobre a possível instalação de uma praça de pedágio entre Araraquara e São Carlos é um desrespeito com a Região Central do Estado, que tem o próprio tráfego rodoviário e ainda faz o escoamento de outras importantes regiões. “Araraquara e as cidades da região já sofrem com o isolamento imposto por uma praça entre Araraquara e Matão na mesma rodovia, cuja tarifa é bidirecional e uma das mais altas do estado, inclusive na proporção de quilômetros rodados. Inconcebível que a 40 quilômetros desta praça o governo queira colocar outro pedágio”, disse a deputada.

Márcia Lia lembra que o pacote anunciado pela Artesp ainda prevê uma praça de pedágio entre Matão e Bebedouro na Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326) e entre Sertãozinho e Borborema na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333).