agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Araraquara oferece curso para técnicos "Licença B" da CBF

Atividade realizada até o dia 28 de novembro é resultado de parceria entre Prefeitura e Ferroviária
Postado em: 23/11/2021 às 21:45
Autor: Redação
Araraquara oferece curso para técnicos
Aulas teóricas são realizadas no Centro de Eventos de Araraquara e Região. Foto: Prefeitura de Araraquara

Através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Araraquara e a Ferroviária, e com o apoio da Federação Paulista de Futebol, a cidade recebe, de 22 a 28 de novembro, o Curso "Licença B" de técnicos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ministrado pela CBF Academy. As aulas teóricas são realizadas no Centro de Eventos de Araraquara e Região (CEAR), enquanto as aulas práticas são feitas nos campos do Estádio da Fonte Luminosa e no Centro de Treinamento do Pinheirinho.

Ao todo, 25 alunos participam do curso, que é realizado pela primeira vez no interior do Estado de São Paulo. O objetivo é qualificar o profissional que atua ou deseja atuar no futebol, em equipes de categorias de base, na condição de treinador, para uma prática profissional competente e atualizada, alicerçada em bases de natureza ética e científica.

A carga horária é de 210 horas no total, divididas em 150 horas de disciplinas teórico-práticas, 20 horas de estudos especiais e tutoria e 40 horas de acompanhamento e observação de treinamento supervisionado obrigatório.

Renato Almeida, diretor de Integração e Desenvolvimento da Federação Paulista de Futebol (FPF), falou sobre o conteúdo passado aos alunos. "O curso visa qualificar principalmente os treinadores e as treinadoras que atuam nas categorias de base, no processo de formação de atletas, mas também faz parte do processo de formação para os profissionais depois cursarem a Licença A, voltada ao futebol profissional", salientou.

Ele aponta que atualmente a FPF já exige a Licença B no Campeonato Paulista Sub-20 (Primeira Divisão) e acredita que nos próximos anos seja implantado nas demais categorias, de forma gradativa. "Acreditamos na qualificação profissional e na formação continuada como fator determinante da melhoria do processo de desenvolvimento de atletas, mas sobretudo e prioritariamente na formação humana integral dos jovens atletas", acrescenta Renato.