agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Araraquarenses Pio e Dudu são homenageados pelo Palmeiras

Craques araraquarenses estão entre as 27 personalidades condecoradas pelo clube alviverde 
Postado em: 21/11/2021 às 19:58
Autor: Redação
Araraquarenses Pio e Dudu são homenageados pelo Palmeiras
Homenagem aos ex-atletas que compuseram as equipes de 1960 e 1970. Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

Os ex-jogadores araraquarenses Osmar Alberto Volpe (Pio) e Olegário Tolói de Oliveira (Dudu), e outros ídolos da Primeira e da Segunda Academia do Palmeiras, foram condecorados na tarde da última quinta-feira (18), na Academia de Futebol, com um título remido do clube social, em ação solene encabeçada pelo presidente Maurício Galiotte e por outros integrantes da diretoria e do conselho alviverde. Agora, os eternos craques podem frequentar e usufruir das dependências do clube livres de custos até o fim de suas vidas, além de participar da política da agremiação.

Ao todo, foram favorecidos 27 ex-atletas – todos os jogadores remanescentes dos anos 60 e 70, quando o Palmeiras ganhou a alcunha de Academia de Futebol pela forma eficiente e professoral com que atuava nos gramados. Estiveram presentes 14 ex-jogadores (Pio, Dudu, Ademir da Guia, Arouca, César Maluco, De Rosis, Edu Bala, Leão, Mário Motta, Nei, Picasso, Polaco, Procópio e Zeca), enquanto outros 13 foram homenageados à distância por não poderem comparecer ao evento (Eurico, Luís Pereira, Alfredo Mostarda, Leivinha, Madurga, Jair Gonçalves, Careca, Nelson Coruja, Julio Amaral, Rinaldo, Santo, Maidana e Baldocchi).

Os veteranos se reuniram no local por volta das 12h e receberam uniformes atuais do clube. A resenha corria solta conforme os ídolos iam se encontrando no vestiário, chegando um a um. Pelo caminho, eles eram cumprimentados e reverenciados por atletas da atualidade e membros da comissão técnica com os quais se cruzavam nos corredores. Os ídolos, então, seguiram para o centro de excelência e viram o presidente Maurício Galiotte discursar, agradecendo pelos serviços prestados, e conceder a honraria em forma de certificado.

O primeiro agraciado foi ninguém menos que Ademir da Guia, que recebeu das mãos do próprio Galiotte o certificado. O presidente palmeirense ainda entregou pessoalmente a honraria para os ex-atletas Polaco e Procópio. “Temos realmente que agradecer à nossa Sociedade Esportiva Palmeiras, onde passamos muitos anos, disputamos muitos campeonatos e vivemos muitas glórias. Obrigado, Palmeiras!”, declarou Ademir da Guia.

Os ex-jogadores contaram padrinhos para entregar os certificados. O primeiro vice-presidente, Paulo Buosi, por exemplo, foi quem entregou o certificado para Nei. O segundo vice-presidente, Décio Perin, entregou o certificado para Dudu, que jogou mais de 600 partidas pelo Verdão. “A gente fica agradecido e muito contente por essas homenagens que o Palmeiras nos proporciona. E também por poder rever os amigos daquela época. Isso enche o nosso coração de alegria”, declarou Dudu.

José Eduardo Luz Caliari, quarto vice-presidente do Palmeiras, homenageou Mário Motta, atacante oriundo da base palmeirense que subiu ao time principal em 1972 – na base, Mário é o maior artilheiro até os dias atuais. Tommaso Mancini, presidente do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização), ficou incumbido de prestigiar César Maluco. O vice-presidente do COF, Carlos Ricardo Degon, fez as honras à Edu Bala. Nobuyuki Yokoyama, atualmente relator do COF, entregou o certificado de título remido a Pio, que atuou mais de 140 vezes entre 1969 e 1973.

“É uma honra receber este presente e reconhecimento do Palmeiras. Eu já era sócio e participei da vida política do clube como conselheiro, mas agora como remido é muito melhor. Me sinto privilegiado por ser duas vezes homenageado em tão pouco tempo. Primeiro, com a notícia que vou ganhar um busto na sala de troféus do Palmeiras, que meus bisnetos e gerações futuras poderão ver mesmo quando eu não estiver mais aqui. Depois, por mais esta ação nobre da parte do Palmeiras”, declarou o ídolo César Maluco.

O diretor financeiro do clube, Davi Ricardo Gueldini, prestigiou o ex-goleiro Picasso. Já o diretor administrativo Fábio Luco ficou encarregado de homenagear o eterno lateral-esquerdo Zeca, com mais de 400 partidas pelo Verdão. “Eu moro no Rio Grande do Sul e tive a felicidade de receber o convite da Sociedade Esportiva Palmeiras, que eu muito me orgulho de ter defendido. Para mim é uma enorme satisfação. Acredito que o nosso trabalho foi reconhecido, mas também reconheço que aqui no Palmeiras tivemos todo o apoio possível. Muito obrigado”, disse Zeca, emocionado.

O presidente do CD (Conselho Deliberativo) também marcou presença. Seraphim Carlos Del Grande foi quem condecorou ninguém menos do que o ex-goleiro Emerson Leão. O ídolo, inclusive, deu uma mostra de sua liderança – exatamente como nos tempos de jogador – quando teve seu momento em que tomou frente para discursar a seus companheiros sobre a importância de ter vestido as cores do Verdão, logo após o discurso de Maurício Galiotte.

Como não poderia deixar de ser, a figura do diretor do Departamento de Acervo Histórico e Memória se fez presente na pessoa de José Ezequiel de Oliveira Filho, que entregou o certificado nas mãos do ex-jogador De Rosis.

 

Participação de Abel

Um dos integrantes das Academias, Humberto da Silva Frias, conhecido como Arouca, jogou no Palmeiras em 138 partidas entre 1974 e 1977 e é português naturalizado brasileiro. Por isso, o técnico compatriota Abel Ferreira foi quem entregou o certificado que simbolizava o título remido em mãos para Arouca. Abel fez questão de cumprimentar um a um dos ídolos homenageados e tirou foto com o grupo das Academias.

Pode ser sócio remido do Palmeiras o associado que possui 50 anos ativos no clube com a mesma matrícula ou por aquisição: atualmente, a joia do título remido custa o valor de 50 mil reais e, desta forma, o associado fica isento de mensalidades para o resto da vida, tendo acesso às dependências do clube e podendo votar normalmente de acordo com a política vigente do estatuto do Verdão. Os interessados podem obter informação pelo telefone (11) 3874-8173.