agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Ferroviária avança na Série D

Em jogo tumultuado, Locomotiva bate o Brasiliense e segue na briga pelo acesso 
Postado em: 18/09/2021 às 19:15
Autor: Carlos André de Souza
Ferroviária avança na Série D
Júlio Vitor marcou seu quinto gol na Série D de 2021. Foto: Jonatan Dutra/Ferroviária

A Ferroviária carimbou a classificação para as oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D ao vencer o Brasiliense-DF por 1 a 0 em jogo tenso realizado no final da tarde deste sábado (18) no Estádio da Fonte Luminosa. Após empatarem sem gols no jogo de ida em Brasília-DF, as duas equipes foram a campo precisando da vitória, mas o único gol da partida foi marcado por Júlio Vitor, em cobrança de pênalti no segundo tempo. 

A Locomotiva do técnico Elano Blumer enfrentará na próxima fase o Esportivo de Bento Gonçalves-RS, que eliminou o Santo André. No jogo de ida, no Rio Grande dos Sul, o time paulista venceu por 1 a 0, porém na partida de volta, neste sábado em Diadema, a equipe gaúcha superou o time do ABC pelo mesmo placar e levou a melhor nos pênaltis por 5 a 4. 

Vale destacar que a segunda fase teve início com 32 equipes. Em confrontos eliminatórios com partidas de ida e volta, o chaveamento segue até a grande final, que está marcada para os dias 7 e 14 de novembro. Os quatro clubes que alcançarem as semifinais garantem as vagas para o Campeonato Brasileiro Série C 2020. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve divulgar nesta segunda-feira (21) as datas e horários das partidas desta terceira fase.


O jogo

A Ferroviária entrou em campo com uma faixa com os dizeres "Obrigado, Fogueira, nosso eterno capitão", em homenagem ao ex-jogador falecido na última quarta-feira (15).

No primeiro minuto de jogo, a Locomotiva perdeu uma oportunidade incrível, quando o atacante Gleyson aproveitou saída errada da defesa do Brasiliense e saiu de frente para o goleiro Edmar Sucuri, que conseguiu fazer a defesa à queima-roupa e evitar o gol. Aos 4, o afeano Jefinho recebeu pelo lado direito da área, finalizou e parou em outra intervenção do goleiro, que espamou em seu canto direito. Aos 31, a Ferroviaria teve outra chance quando Gleyson aproveitou cruzamento pela esquerda de Júlio Vitor e, de frente para o gol, desviou de cabeça para ver a bola raspar a trave esquerda do goleiro Edmar Sucuri.

No segundo tempo, o Brasiliense voltou melhor com a entrada do experiente atacante Jorge Henrique e quase abriu o placar aos 16, quando Luquinha fez boa jogada pela esquerda, próximo à linha de fundo, tentou o cruzamento, o afeano Bruno Leonardo fez o desvio e a bola passou perto do gol de Saulo.

Aos 22, Júlio Vitor foi derrubado em cima da linha e o árbitro Antonio Marcio Teixeira da Silva assinalou o pênalti. A marcação gerou muita reclamação do time e da diretoria visitante e a partida ficou paralisada por mais de 12 minutos. O próprio Júlio Vitor foi para a cobrança e deslocou o goleiro para acertar o canto direito e estufar a rede: 1 a 0!

A partida ficou tensa e agitada. Aos 44, o Brasiliense quase empatou com Peu, que bateu escanteio fechado e quase surpreendeu Saulo, que espalmou em cima da linha e evitou o gol. Enquanto o técnico do Brasiliense, Luan Carlos, colocou o time no ataque, Elano fez suas substituições para reforçar o setor defensivo. Aos 58, Maicon Assis, levou o segundo amarelo e acabou expulso, deixando o Brasiliense com um jogador a menos em campo. Três minutos depois, o árbitro expulsou o técnico Luan Carlos.

Com reforço policial à beira do gramado, a partida foi encerrada e a Ferroviária confirmou sua classificação. Após o apito final, jogadores do Brasiliense voltaram a reclamar e os policiais chegaram a utilizar spray de pimenta para conter o tumulto.


FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 1 x 0 BRASILIENSE-DF
Local
: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara;
Data/Horário: Sábado, 18 de setembro, 17h;
Arbitragem: Antonio Marcio Teixeira da Silva, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Magno Arantes Lira (todos de MG);
Cartões amarelos: Ian Lucas e Bruno Leonardo(Ferroviária); Sandy, Alex Murici, Maicon Assis, Luan Carlos, Zé Love e Jorge Henrique (Brasiliense);
Cartões vermelhos: Maicon Assis e Luan Carlos (Brasiliense);
Gols: Júlio Vitor (pênalti aos 34' do 2T);

FERROVIÁRIA - Saulo; Gustavo Medina, Léo Rigo e Bruno Leonardo; Bernardo, Lucas Hipólito (Bruno Santos), Marquinhos, Ian Luccas (PH) e Jefinho (Léo Castro), Júlio Vitor e Gleyson. Técnico: Elano Blumer;

BRASILIENSE - Edmar Sucuri; Alex Murici, Gustavo Henrique, Badhuga e Peu; Aldo, Wagner Balotelli (Carlos Eduardo) e Sandy (Jorge Henrique); Tobinha (Maicon Assis), Luquinhas (Jeferson Maranhão) e Zé Love (Victor Rangel). Técnico: Luan Carlos.


 



Relacionadas

Carlos André de Souza
Equipes sub-15 e sub-17 da Ferroviária jogam em casa
22/10/2021 às 21:22
Carlos André de Souza
Sub-20 da Ferroviária vence na Fonte
21/10/2021 às 21:52
Carlos André de Souza
Elano relata dor e tristeza com eliminação
18/10/2021 às 21:49

Notícias

Carlos André de Souza
Equipes sub-15 e sub-17 da Ferroviária jogam em casa
22/10/2021 às 21:22
Carlos André de Souza
Sub-20 da Ferroviária vence na Fonte
21/10/2021 às 21:52
Carlos André de Souza
Elano relata dor e tristeza com eliminação
18/10/2021 às 21:49