agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Araraquara se despede do ex-jogador Fogueira

Wanderley Nonato tinha 79 anos e foi um dos maiores jogadores da história afeana
Postado em: 15/09/2021 às 07:58
Autor: Carlos André de Souza
Araraquara se despede do ex-jogador Fogueira
Fogueira deixou seu nome marcado na história da Ferroviária. Foto: Museu do Futebol e Esportes de Araraquara

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (15) o ex-jogador Wanderley Nonato, o Fogueira, aos 79 anos de idade. Ele teria se sentido mal e conduzido ao Hospital São Paulo, onde passaria por um cateterismo, porém não resistiu e faleceu. Proprietário da Ótica Visão, localizada em frente à Câmara Municipal, Fogueira deixa a esposa Maria Clara, os filhos Luciano, Fernanda e Lucas, além de netos e amigos. O velório será realizado na Fonteri, das 13h30 às 16h30. 

Fogueira nasceu em São José do Rio Preto no dia 11 de abril de 1942 e iniciou sua carreira no América de sua cidade natal. Atuou dois anos pela equipe, se destacou e já nessa época chegou a ser cotado para jogar pelo Palmeiras, porém a Ferroviária chegou na frente e levou o atleta em 1962. 

Ao lado de ícones afeanos como Pio, Dudu e Bazani, Fogueira construiu sua trajetória e deixou seu nome marcado como um dos maiores jogadores da história da Locomotiva. Nesse período, o capitão de cabelos avermelhados comandou o grupo dentro de campo em campanhas memoráveis que resultaram nas três estrelas que hoje são levadas no distintivo da Ferroviária, referentes ao Tricampeonato do Interior (1967 a 69), quando a Locomotiva ficou atrás apenas dos grandes clubes no estadual (e algumas vezes à frente de alguns deles). Foi também nessa época que a Morada do Sol se tornou ainda mais especial para o atleta, que conheceu sua esposa na cidade.

Em 1970 foi para o Corinthians e posteriormente passou por Portuguesa (1971 e 1972), onde atuou no jogo de estreia do Estádio do Canindé. Encerrou a carreira no Comercial de Ribeirão Preto, onde jogou em 1973 e 1974.  Voltou para Araraquara, onde viveu com a esposa e os filhos, enquanto trabalhava em sua ótica, sempre atendendo as pessoas com simpatia e histórias para contar. Também chegou a atuar como comentarista da equipe Os Campeões da Bola.



Relacionadas

Carlos André de Souza
Sub-15 e sub-17 da Ferroviária conhecem grupos da 2ª fase
23/10/2021 às 20:15
Carlos André de Souza
Equipes sub-15 e sub-17 da Ferroviária jogam em casa
22/10/2021 às 21:22
Carlos André de Souza
Sub-20 da Ferroviária vence na Fonte
21/10/2021 às 21:52

Notícias

Carlos André de Souza
Sub-15 e sub-17 da Ferroviária conhecem grupos da 2ª fase
23/10/2021 às 20:15
Carlos André de Souza
Equipes sub-15 e sub-17 da Ferroviária jogam em casa
22/10/2021 às 21:22
Carlos André de Souza
Sub-20 da Ferroviária vence na Fonte
21/10/2021 às 21:52