agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Técnica afeana quer time mais 'constante'

Com time já classificado, Lindsay Camila aproveitou parada na tabela para acertar detalhes
Postado em: 18/06/2021 às 02:13
Autor: Carlos André de Souza
Técnica afeana quer time mais 'constante'
Lindsay Camila prepara time para as duas últimas rodadas antes das quartas de final. Foto: Tiago Pavini/Ferroviária

Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase do Brasileirão Feminino, as Guerreiras Grenás já estão classificadas para a fase de mata-mata. Com uma paralisação de duas semanas por conta de datas FIFA, a equipe aproveitou para recarregar as energias e corrigir detalhes para a sequência da temporada.

E segundo a técnica Lindsay Camila, o principal ponto que precisa ser corrigido é a falta de regularidade do time, que alternou entre apresentações primorosas e outras onde não conseguiu apresentar boas atuações. "A palavra que define nossa participação na primeira fase é inconstância. Fomos bem inconstantes, tivemos ótimos jogos e tivemos jogos muito sonolentos. Nos jogos anteriores à derrota para o Grêmio conseguimos uma sequência de vitórias, mas sempre saindo atrás no placar. Então precisamos ter uma constância maior para que possamos atingir literalmente nosso objetivo, que é ter a bola, cansar menos e fazer tudo aquilo que é pedido", analisou a treinadora.

A Ferroviária voltará a campo neste sábado (19), às 15 horas, contra o São José no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. Na última rodada, o adversário será o Flamengo no dia 24 de junho, quinta-feira, às 15 horas na Fonte Luminosa.

Lindsay assegura que os dias livres foram de extrema importância para a equipe. "A paralisação foi muito proveitosa para podermos descansar e trabalhar o que precisava melhorar. As meninas tiveram dois dias inteiros de folga e foi bom para dar uma respirada antes dos dois últimos jogos da primeira fase", explicou.

No momento, a Ferroviária ocupa a 6ª colocação com 23 pontos (sete vitórias, dois empates e quatro derrotas), enquanto o adversário deste final de semana é o 14º com 9 (duas vitórias, três empates e oito derrotas), dentro da zona de rebaixamento. Mesmo com o time já classificado, a treinadora descarta a possibilidade de poupar titulares. "Uma vitória leva a gente para o terceiro lugar e uma derrota leva para sexto. Não posso querer ficar em oitavo ou sétimo. Para mim, essa história de rodar o elenco é muito relativo. Se eu tenho 33 atletas, as 33 têm condições. E a cada semana nós da comissão técnica analisamos quem são as 11 melhores para começar cada jogo", concluiu Lindsay.