agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Basquete Feminino de Araraquara passa por reformulação

Após estreia com derrota no Paulista, Sesi Araraquara volta a atuar no próximo sábado
Postado em: 13/09/2021 às 22:51
Autor: Redação
Basquete Feminino de Araraquara passa por reformulação
Técnico Daniel Wattfy comanda reformulação no elenco. Foto: Sesi

 Após finalizar sua participação na Liga de Basquete Feminino (LBF), o Sesi Araraquara iniciou a disputa no Paulista Feminino 2021 com derrota para o Vera Cruz Campinas por 77 a 33 na última sexta-feira (10) no ginásio do Sesi Araraquara. Na próxima rodada, a equipe araraquarense terá pela frente o Pró-Esporte de Sorocaba no sábado (18), às 18 horas, na casa do adversário.

Com foco nos novos desafios que a equipe enfrentará na temporada 2021/2022, a comissão técnica do time araraquarense optou por reformar o elenco. Das treze atletas que compunham o time, entre adultas e categoria de base, permaneceram apenas as alas e irmãs Gabriella Sosso e Bianca Soares, a pivô Juliana Souza e a armadora Beatriz Aneas.

 A armadora Tainá Paixão e a ala Mariane Carvalho, dois dos grandes destaques da equipe durante a LBF, se despediram de Araraquara para atuarem no exterior. Silvinha Gustavo, Karen Rocha, Izabela Andrade, Carla Lucchini, Amanda Silva, Veronica Fiuza e Julia Celestino também deixaram a equipe.

 

Reforço no elenco  

A grande novidade do Sesi, até o momento, é o retorno da pivô Aline Moura, que já havia passado pela equipe nas temporadas 2018/2019 e 2020/2021, mas precisou se afastar por alguns meses após sofrer uma lesão no joelho durante uma disputa entre a Seleção Brasileira e o Canadá nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. Posteriormente a atleta defendeu o time português GDESSA/Barreiro na disputa da Liga Portuguesa e agora está de volta a Araraquara, totalmente recuperada e pronta para vestir a camisa do Sesi novamente.

Daniel Wattfy, técnico da equipe araraquarense, deu mais detalhes sobre a reformulação. “Optamos por continuar com um time um pouco mais jovem, porém bastante competitivo. O Sesi é o único time de basquete feminino, entre os que disputam o Campeonato Paulista e a LBF, que contrata as atletas por meio de regime CLT. Esse formato de contratação leva mais tempo para a finalização de todas as documentações, porém é um ótimo benefício para as atletas e em razão disso teremos que moldar parte da equipe com o campeonato já em andamento. Mas com certeza brigaremos para chegar aos playoffs e conquistar a melhor colocação”, explicou.

O campeonato

O Campeonato Paulista da Divisão Especial Feminina 2021 conta com a participação das equipes: Sesi, Santo André/Apaba, Vera Cruz/Campinas, Ituano Basquete, Pró-Esporte/Sorocaba e Bax/Catanduva.

 Pelo sistema de disputa, as seis equipes jogam a primeira fase em turno único completo (5 jogos cada). Na segunda fase, as três primeiras formarão um grupo e as três últimas outro grupo, que irão jogar em turno e returno dentro do grupo (4 jogos cada). As equipes dentro dos grupos serão realinhadas e as duas primeiras do grupo de cima se classificam direto para a semifinal. As quatro restantes jogarão o playoffs de melhor de três nas quartas de final, de onde sairão duas para cruzar na semifinal com as duas primeiras colocadas, definindo a final. Semifinais e final também serão jogadas em melhor de em 3 jogos.


 



Relacionadas

Carlos André de Souza
Meninas do basquete vencem em casa
20/10/2021 às 21:44

Notícias

Carlos André de Souza
Meninas do basquete vencem em casa
20/10/2021 às 21:44