agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Cultura
FALE COM A REDAÇÃO:

Incertezas e turbulências sociais inspiram distopia de Ignácio de Loyola Brandão

Um dos maiores romancistas brasileiros agora é também narrador e interpretou uma das vozes do audiolivro: "Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela"
Postado em: 30/06/2021 às 15:27
Autor: Redação
Incertezas e turbulências sociais inspiram distopia de Ignácio de Loyola Brandão

Contista, cronista, romancista, jornalista, premiado e homenageado em todo país, observador do cotidiano e, agora, também narrador. O autor do romance distópico Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela, pela Global Editora, é uma das 11 vozes do audiolivro homônimo, lançamento de junho da Tocalivros Studios.

Um dos mais importantes escritores da literatura contemporânea, imortal da Academia Brasileira de Letras, vencedor de cinco Jabutis – prêmio este que em 2021, o homenageará como Personalidade Literária do Ano – se uniu a vários atores e atrizes em uma superprodução de áudio binaural (tecnologia que simula a captação de sons pelo ouvido humano), para levar o ouvinte a uma experiência única de imersão no universo proporcionado pelo próprio Ignácio Loyola Brandão. 

A obra transcorre em um futuro incerto no qual, ao nascerem, todos recebem tornozeleiras eletrônicas e são vigiados por câmeras espalhadas por todos os lugares. A terra de incertezas – que ao mesmo tempo é tão familiar – foi devastada por uma peste que se tornou uma epidemia que dissolve corpos. As escolas foram abolidas, a eutanásia foi legalizada para idosos. Ninguém governa, ministérios foram extintos, mais de mil partidos coexistem e, no meio disso tudo, acontece a história de amor entre Clara e Felipe.

Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopre sobre ela levou cinco meses para ficar pronto, desde a preparação do texto, da trilha e efeitos sonoros, para depois entrar em processo de mixagem. Trata-se de uma sátira política, social e moral da atualidade que traz para a ficção as turbulências do Brasil e ajuda o leitor ou ouvinte no desafio de entender as incertezas do país.

Ficha Técnica:
AudiolivroDesta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela
Escritor: Ignácio de Loyola Brandão
Editora: Global Editora
Produtora: Tocalivros Studios
Duração: 11h00m20s
Narradores: Ignácio Loyola Brandão, Camilo Brunelli, Zeza Mota, Thiago Ubaldo, Thiago Nalin, Gustavo Balog, Priscila Scholz, Flávio Costa, Alexandre Mercki, Paola Molinari e Clayton Heringer
Link do audiolivroTocalivros

Sobre o autor e narrador

Ignácio de Loyola Brandão nasceu em Araraquara, São Paulo, em 1936. Jornalista e escritor, passou pelas redações dos periódicos brasileiros Claudia, Última Hora, Realidade, Planeta, Ciência e Vida e Vogue, e do francês Lui. Brandão tem mais de 40 livros publicados. São romances, contos, crônicas, relatos de viagens e livros destinados ao público infantil. Entre os romances mais conhecidos estão Bebel que a Cidade Comeu, Zero, Não Verás País Nenhum, O Beijo Não Vem da Boca, Dentes ao Sol, O Anjo do Adeus e O Anônimo Célebre. Seus livros foram traduzidos para diversos idiomas, incluindo alguns menos convencionais, como húngaro, tcheco e sul-coreano. Com O Menino que Vendia Palavras, ganhou o Prêmio Jabuti de Melhor Livro de Ficção de 2008. Em 2016, recebeu da Academia Brasileira de Letras (ABL) o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra.