agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Cultura
FALE COM A REDAÇÃO:

Museu Ferroviário de Araraquara promove festa dos ferroviários

Feira de artes e artesanato, shows musicais e gastronomia marcam o "Dia do Ferroviário", no sábado (30)
Postado em: 28/04/2022 às 15:56
Autor: Redação
Museu Ferroviário de Araraquara promove festa dos ferroviários

Neste sábado, 30 de abril, será comemorado o Dia do Ferroviário. A Secretaria Municipal da Cultura e a Fundart, por meio da Coordenadoria de Acervos e Patrimônio Histórico, realizam uma comemoração no Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo (na antiga estação ferroviária, no Centro), das 10 às 16 horas.

A festa homenageará os trabalhadores das estradas de ferro que ajudaram no desenvolvimento das cidades da região de Araraquara. A programação conta com o Museu Ferroviário aberto para visitação, além de uma programação cultural com feira de artes e artesanato, shows musicais e gastronomia. Toda a programação é gratuita.

 

Museu 

O Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo foi inaugurado em 2008, nas dependências da antiga Estação da Ferrovia, no prédio construído em 1912. Os visitantes neste sábado, terão a oportunidade de conhecer as diversas salas deste patrimônio.

No Pavimento Térreo, o Saguão de Entrada Dr. Antônio Tavares Pereira Lima possui as características originárias, como os guichês da bilheteria, onde eram feitas as vendas dos bilhetes pela Cia. Paulista e EFA – Estrada de Ferro Araraquara, possui ainda um relógio do século XIX, o qual foi ponto de referência da cidade por muitos anos.

Também no térreo está a Sala do Chefe da Estação (Sala Geraldo Cândido), apresentando móveis de época e objetos que a compunham. Ao lado da Sala do Chefe, há uma Sala de Comunicação, com aparelhos de telegrafia, radiocomunicação, staff – aparelhos que garantiam a segurança do trânsito ferroviário. Ainda, a Sala do Ferreomodelismo (Sala Ênio Frâncica), apresenta maquetes de mini estações e trens em movimento – chamando a atenção de crianças e adultos.

Já no Pavimento Superior, na Sala dos Ferroviários (Sala João Batista), podem ser vistas fotos dos formandos da EFA, Carteira de Trabalho, talão de passe, carteirinhas de ferroviários, uniformes, fotografias de funcionários exibidas em TV, além de uma foto dos operários com mais de 200 pessoas, da oficina da EFA, em 1932, em Araraquara.

A fotografia de uma locomotiva antiga chama a atenção no Saguão superior. Ali, no Salão Principal, na Sala Manoel Marques de Jesus, o visitante pode conferir uma exposição de ferramentas, luminárias, lampião, material gráfico, que conta a história da "Contadoria", com livros e cadernos da Cia. Paulista de Estrada de Ferro. Também, um painel de 7,5 metros, com a "Linha Do Tempo", apresenta a história da ferrovia, da década de 1930 até hoje, com um panorama da ferrovia no mundo, no Brasil, e em Araraquara.

Atenção para a Sala Memorial do Imigrante: neste espaço é possível observar objetos e documentos que representam as culturas italiana, japonesa e portuguesa, que chegaram em Araraquara.

 

Atividades culturais 

A festa neste sábado contará com feira de empreendedores locais, organizada pelo Coletivo Ê.mana Artes; exposição de três maquetes com a Associação de Ferreomodelismo de Araraquara; chorinho ao vivo, com a participação de Oliver Kofi e Grupo (11h), Sarambeque (13h15) e Trio Zabumbê (14h45); além das delícias do cardápio do Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas, à venda na área de gastronomia.

Vale destacar que o Coletivo Ê.mana Artes leva um time de 27 produtores independentes ao Museu Ferroviário. Com trabalhos artesanais produzidos em Araraquara e região, os artigos se dividem em diversos segmentos, como: decoração, autocuidado, gastronomia, infantil, moda e acessórios.

Para animar a festa, o chorinho comanda o ritmo da festa, com Oliver Kofi e Grupo, Sarambeque e Trio Zabumbê. Oliver Kofi e Grupo abrem a programação às 11 horas, com música instrumental brasileira. Chorinho, samba, bossa nova, baião, frevo, entre outros ritmos estão no programa. Com o guitarrista e violonista Oliver Kofi, Conrado Silva (bateria e percussão) e Bruno Bento Costa (cavaquinho).

A apresentação do grupo Sarambeque, às 13h15, traz a pesquisa que norteia as atividades do grupo com muita variedade rítmica, melódica e harmônica do choro, na tentativa de entender as suas diferentes manifestações, como o choro sambado, o choro-seresta, o maxixe, o tango brasileiro e a valsa.

Por fim, às 14h45 é a vez do Trio Zabumbê, formado pelo guitarrista Fabiano Marchesini, o baixista acústico Cleber Fogaça e o baterista Beto Figueiredo. O trio apresenta uma sonoridade forte e marcada pela criatividade.

Atenção para os comes e bebes, com a gastronomia de qualidade do Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas - parceiros gastronômicos que irão preparar as delícias a serem comercializadas durante o encontro. Sucos, sanduíches naturais, açaí, salada de frutas, bolos, pães, cookies, cervejas e chope artesanais: haverá uma variedade grande de produtos frescos para satisfazer os visitantes.

 

Serviço:

Comemoração Dia do Ferroviário

Local: Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araujo

Dia: sábado (30 de abril)

Horário: das 10 às 16 horas

 

Atrações:

- Visita às dependências do Museu Ferroviário

- Feira de artes com Coletivo Ê.mana Artes

- Exposição de maquetes com a Associação de Ferreomodelismo de Araraquara

- Chorinho ao vivo: Oliver Kofi e Grupo (11h), Sarambeque (13h15) e Trio Zabumbê (14h45)

- Cardápio gastronômico: Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas

 

Grátis