agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Preso por roubo diz que receberia duas pedras de crack

Ele foi preso com mais dois comparsas. Outros dois conseguiram fugir para um canavial após perseguição policial
Postado em: 19/12/2021 às 19:11
Autor: Chico Lourenço
Preso por roubo diz que receberia duas pedras de crack

Três homens foram presos na manhã deste domingo, dia 19, acusados de roubo a uma distribuidora de ração em Boa Esperança do Sul. Os acusados de 21, 22 e 28 anos foram detidos pela Polícia Militar e conduzidos para o Plantão da Polícia Civil em Araraquara nas primeiras horas da manhã.

O trio foi preso depois que o vigilante do local, que seria uma obra, ligou para um parente informando que estava escondido, pois três homens tinham invadido o local e tentavam roubar.

A polícia foi informada pelo parente do vigilante e uma viatura de Boa Esperança do Sul foi ao endereço, na Estrada Municipal Cottar Tanuri, próximo à Rodovia João Ribeiro de Barros (SP-255). Os policiais avistaram três homens no interior da empresa, mas os homens conseguiram pular um alambrado, entraram em um veículo VW/Parati (modelo antigo) e fugiram para a SP 255.

Os policiais de Boa Esperança avistaram o carro dos ladrões com cinco ocupantes e pediram apoio de colegas de Araraquara. Somente após desrespeitar ordem parada, dirigir pela contramão na SP 255 e capotar a Parati, os homens desceram do carro e entraram para uma área de canavial, mas três deles foram capturados.

Um deles, de 28 anos, disse que é dependente químico e estava participando do roubo para ganhar duas pedras de crack. O colega dele, de 22 anos, relatou que precisa pagar uma dívida “que tem na rua” de R$ 10 mil.

A polícia apreendeu uma carretinha, localizada na obra, um telefone celular, uma munição de arma de fogo calibre 38 – que estava dentro da Parati e uma arma de brinquedo.

Os três foram presos em flagrante e encaminhados para a cadeia de Santa Ernestina. Os outros não foram localizados. O Boletim de Ocorrência foi registrado como roubo, associação criminosa, desobediência e resistência.