agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Crianças correm riscos em “buracos da Prefeitura” de Américo

Sistema criado para conter águas da chuva não conta com dispositivo de proteção e crianças utilizam espaço como “piscina”
Postado em: 03/01/2018 às 17:35
Autor: Chico Lourenço
Crianças correm riscos em “buracos da Prefeitura” de Américo
Crianças brincam em água acumulada em buraco no bairro Sinhá Prado

Um buraco feito pela Prefeitura de Américo Brasiliense, entre os bairros Sinhá Prado e Santa Rita de Cássia, próximo a saída para Santa Lúcia, está sendo usado como uma espécie de “piscina” por crianças daquela região da cidade (veja o vídeo abaixo).

Pais e moradores vizinhos, que presenciam “as brincadeiras”, revelam a preocupação com a saúde das crianças e, até mesmo, com possíveis afogamentos.

Quem mora perto conta que, há cerca de dois meses, máquinas da Prefeitura começaram a retirar carradas de terra do local, que serviria como sistema de contenção de águas da chuva. Mas nenhum sistema de proteção, como alambrado por exemplo, foi instalado no local para evitar o livre acesso.

Em período de chuvas, como nos últimos dias, a água acumulada vira um verdadeiro atrativo para grupos de crianças, sem opção de lazer.

No bairro São José, em outra região da cidade de Américo, um buraco com as mesmas proporções também foi aberto pela Prefeitura. Os moradores, descontentes, reclamam dos mesmos problemas registrados no bairro Sinhá Prado.

Em novembro, em entrevista à nossa reportagem, o morador Geraldo Donizete disse que já havia procurado o poder público, mas não tinha obtido uma solução. “Já procurei a vice-prefeita [Terezinha Viveiros] e vereadores para tentar resolver esse problema. Corre o risco de uma criança cair aqui dentro e se afogar”, reclamou o morador.

Hoje o Portal Morada confirmou que o buraco continua da mesma forma. Depois da reportagem, em novembro, o prefeito Dirceu Pano visitou o bairro e disse que teria uma solução em breve, mas até agora a situação continua a mesma.

O Portal Morada procurou a Prefeitura de Américo, mas não obteve resposta até a publicação dessa reportagem.