agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Irmãos do PCC são condenados, juntos, a 62 anos de prisão

Um pegou 50 anos pela morte de sargento da PM. O outro foi condenado a 12 anos e responderá por organização criminosa
Postado em: 29/11/2017 às 07:33
Autor: Chico Lourenço
Irmãos do PCC são condenados, juntos, a 62 anos de prisão
Esquema especial de segurança foi montado nas proximidades do Fórum para o julgamento (Foto: Chico Lourenço)

A justiça condenou a 50 anos de prisão um dos irmãos, acusados de matar um sargento da Polícia Militar (PM) de Araraquara há 5 anos. O julgamento ocorreu nesta terça-feira, dia 28, no Fórum de Araraquara e durou quase 12 horas.

Éder Aparecido Esteves e Elton Luís Iane Esteves são acusados de executar o sargento Simões da Silva, 36 anos, com 18 tiros, no Parque São Paulo, em 2012, a mando de líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Os réus são acusados de integrar a facção criminosa.

O Tribunal do Júri entendeu que Éder deveria ser condenado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, formação de quadrilha armada para a prática de crimes hediondos e furto qualificado e responder uma pena de 50 anos de prisão. O irmão dele, Elton, foi condenado a 12 anos pelo crime de organização criminosa e absolvido pelo homicídio.

A promotoria queria a mesma condenação para os dois e prometeu recorrer por entender que os sete jurados cometeram um erro técnico durante a votação. Outras oito pessoas serão julgadas nos próximos meses como mandantes do crime.