agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Após venda, Pinus e Eucalyptus são cortados no Horto de Araraquara

Instituto Florestal afirma que concessão e corte visam proporcionar “o desenvolvimento da vegetação nativa”
Postado em: 12/12/2017 às 17:29
Autor: Redação
Após venda, Pinus e Eucalyptus são cortados no Horto de Araraquara
Imagens: Val Cunha

O corte de centenas de árvores, Pinus e Eucalyptus, do Instituto Florestal de Araraquara, popularmente conhecido como Horto, na região da Chácara Flora, está sendo executado pela empresa que venceu a concorrência pública dos lotes de madeira existentes no local. Dos três lotes colocados na concorrência, apenas os indivíduos arbóreos do gênero Cupreste lusiitania terminou sem interessado.

A autorização para o corte das árvores do Horto de Araraquara foi concedida pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, que aprovou recentemente o projeto de lei do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e autorizou a concessão de 25 parques estaduais, áreas de manejo e de conservação florestal.

Questionado pela reportagem, o Instituto Florestal afirmou que o objetivo da medida é “desenvolver amplos fóruns de discussão para redefinição de uso dessas áreas produtivas do IF denominadas Estações Experimentais procurando propiciar alternativas para sua conservação”.

Para isso, o órgão considera necessário o corte desses plantios “com espécies exóticas de rápido crescimento com idade bastante avançada visando privilegiar o desenvolvimento da vegetação nativa ou mesmo a reforma dessas áreas com reflorestamentos de espécies exóticas melhoradas, obtendo assim resultados mais satisfatórios”, afirma em nota.

A Estação Experimental de Araraquara possui área de 117,66 hectares e, segundo informações do Instituto Federal, foi estabelecida em 1964.