agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Jornalista recebe manifestações de apoio após condenação

Advogado considera que “essa movimentação da população levará o Tribunal a rever a sentença”
Postado em: 16/11/2017 às 16:26
Autor: Luís Antonio
Jornalista recebe manifestações de apoio após condenação
Jornalista recebeu milhares de manifestações de apoio

O jornalista José Carlos Magdalena, âncora do Jornal da Morada, das rádios Morada AM/FM, foi condenado em primeira instância após processo movido pelos 18 vereadores da Câmara Municipal de Araraquara. A sentença considerou que as críticas feitas pelo jornalista se encaixam nos crimes de Calúnia, Injúria e Difamação.

A juíza de Direito Josiane Cabrini, que assina a sentença, considerou que o jornalista “extrapolou os limites da liberdade de manifestação” e impôs multa de R$ 421 mil. O jornalista vai recorrer da decisão.

A notícia repercutiu nas redes sociais. A publicação da reportagem sobre o caso feita pelo Portal Morada, na noite de terça-feira (14) e a divulgação de um vídeo na página do próprio jornalista renderam milhares de visualizações, compartilhamentos e comentários. Na maioria das manifestações, o tom é de apoio ao jornalista e crítica a postura dos 18 vereadores.

O advogado e contabilista João Pereira Pinto, considera que o número de manifestações favoráveis ao jornalista é “sinal de que alguma coisa não está bem no reino da Morada do Sol, parafraseando a celebre frase de Shakespeare: ‘Há algo de podre no Reino da Dinamarca’. Pelo que consta do processo (que li) a causa teria sido o vídeo postado por ele em 21 de novembro de 2016”, disse.

“Assistindo ao vídeo que tem 1:48 minutos, ou 108 segundos, vê e ouve-se que ele foi infeliz aos 9 segundos finais falando o que falou e que motivou a condenação, que ao meu ver foi dura por ser tão curta, dita de uma forma natural e vista por muito pouca gente: ao contrário desse vídeo de hoje (14 de novembro), o de 21 de novembro de 2016 rendeu apenas 85 comentários, 19 compartilhamentos, 1,7 mil visualizações e 224 curtidas (posição de hoje, igual a que consta do processo). Em se tratando de Magdalena isso é o mesmo que nada. Portanto, a condenação dele está dando muito mais o que falar do que a injúria que ele teria cometido, dai a referência a Shakespeare. Parece que a população queria outro desfecho para essa querela. Talvez essa movimentação da população levará o Tribunal a rever a sentença”, considerou o advogado.

Em carta enviada ao Jornal da Morada, João Pereira Pinto, ainda relaciona as manifestações de apoio ao jornalista da Rádio Morada ao descrédito da classe política em todas as esferas e pede uma mudança de postura aos ocupantes de cargos públicos em Araraquara. “Que me perdoem os meus amigos políticos, mas o fato é que eles (tem honrosas exceções, evidentemente) precisam rever urgentemente seus procedimentos quando estão no cargo. A população não aguenta, não tolera mais tantos desmandos e gastança. [...]  Quando será que teremos uma classe política preocupada com o Brasil e com os brasileiros, DE VERDADE? Será que os políticos não estão vendo que o Brasil e os brasileiros estão ficando cada vez mais para trás no ranking das nações? Que Deus nos proteja”, encerra.