agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Herói do título, Tadeu comemora ‘ano maravilhoso’

Goleiro foi decisivo na fuga do rebaixamento no Paulistão e na conquista da Copa Paulista
Postado em: 27/11/2017 às 02:01
Autor: Carlos André de Souza
Herói do título, Tadeu comemora ‘ano maravilhoso’
Tadeu comemora a defesa do último pênalti da decisão deste sábado na Fonte. Foto: Leonardo Fermiano

O ano de 2017 ficará marcado para sempre na memória do goleiro Tadeu, que foi fundamental nos dois objetivos da Ferroviária no ano: a permanência na elite do Campeonato Paulista e a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro com o título da Copa Paulista.

Natural de Joaquim Távora (PR), o atleta chegou à Locomotiva no ano passado para a disputa da Copa Paulista e foi reserva de Matheus, que teve uma ótima participação e foi o principal destaque do time naquele torneio. O jogador de 25 anos iniciou este ano no banco de reservas, se preparou intensamente e teve a oportunidade de atuar pela primeira vez no Paulistão em uma verdadeira pedreira, no jogo contra o Corinthians na Fonte Luminosa, em duelo decisivo para a equipe que lutava para fugir do rebaixamento. Ele deu conta do recado, ‘fechou o gol’ na vitória grená por 1 a 0 e desde então virou o ‘dono’ da posição.

Objetivo cumprido no Paulista e Tadeu foi mantido como titular na Copa Paulista, onde novamente foi um dos grandes destaques da equipe. Com a contusão do capitão Luan nas duas partidas finais contra a Inter de Limeira, restou a Tadeu uma nova oportunidade no último jogo: vestir a braçadeira e liderar a equipe. E após o emocionante empate por 2 a 2, o goleiro brilhou na decisão por pênaltis e garantiu a festa do torcedor afeano, que pôde comemorar na Fonte Luminosa a conquista do bicampeonato do torneio.

Em entrevista após o jogo, Tadeu relembrou os momentos dificeis, agradeceu ao time pela oportunidade e destacou a importância da torcida na conquista histórica. “Eu trabalhei bastante, sonhei bastante. Isso é tudo fruto de um trabalho. No Paulistão eu não estava sendo relacionado às vezes, mas os profissionais que estão aqui sabem o tanto que eu trabalhei e o tanto que me dediquei. A oportunidade apareceu naquele jogo contra o Corinthians, mas não encarei como se fosse só a minha oportunidade, mas a oportunidade para o clube buscar a arrancada que precisava para escapar. Conseguimos de forma heróica, com todos os jogadores muito empenhados, comissão técnica e diretoria trabalhando muito. A Copa Paulista começou com um novo projeto, novos jogadores, mais jogadores sérios também, trabalhadores, que vieram atrás de uma oportunidade e a Ferroviária abriu a porta para todos. Todo mundo queria retribuir a Ferroviária de alguma forma e não tem forma melhor do que com o título. Essa conquista é importante para o clube, para nós, mas também para a cidade. É muito bom você olhar a Fonte lotada como estava hoje, com o torcedor nos empurrando. No momento em que tínhamos dificuldade no jogo, o torcedor nos incentivou. E foi de onde tiramos aquele gás a mais para disputarmos a decisão por pênalis e sermos coroados com o título”, explicou.

Antes de vir para a Ferroviária, Tadeu defendia o Ceará, onde se encontrava desanimado pela falta de oportunidades. Pensou em abandonar o futebol, ideia que foi abortada após uma séria conversa com o pai Elson, que o incentivou a continuar. Curiosamente, um dia após o diálogo, a diretoria afeana o procurou para integrar o elenco da Copa Paulista de 2016. E foi aí que iniciou sua história com a camisa da Locomotiva. Após a vitória deste sábado, um grande número de torcedores invadiram o gramado da Fonte Luminosa para comemorar o título e o goleiro foi um dos mais aclamados por crianças e adultos, o que, segundo o próprio Tadeu, coroou o ano que será inesquecível. “A volta por cima da minha vida começou na Copa Paulista do ano passado, quando a Ferroviária me abriu as portas para eu voltar graças a um pedido do meu pai para que eu não parasse de jogar futebol. E como Deus é maravilhoso, Ele me abriu as portas de um clube maravilhoso como é a Ferroviária, que só tem profissionais sérios. Trabalhei bastante, retomei o sonho que sempre tive, e neste ano eu voltei focado para aproveitar se a oportunidade aparecesse. Eu não sabia quando isso poderia acontecer, nunca sabemos, pois a oportunidade não manda recado e simplesmente aparece. E quando isso acontece, quem está preparado consegue aproveitar da melhor forma possível. Então foi um ano maravilhoso que com certeza será inesquecível para mim”, completa o camisa 1.

 

Relacionadas

Carlos André de Souza
Ferroviária sofre primeira derrota na segunda fase
12/10/2018 às 20:52
Carlos André de Souza
Ferroviária recebe o Olímpia neste feriado
11/10/2018 às 23:50

Notícias

Carlos André de Souza
Ferroviária sofre primeira derrota na segunda fase
12/10/2018 às 20:52
Carlos André de Souza
Ferroviária recebe o Olímpia neste feriado
11/10/2018 às 23:50